SABERES POPULARES ACERCA DE VESPAS SOCIAIS (VESPIDAE) E ABELHAS (APIDAE) NA MATA ATLÂNTICA DO NOROESTE DO PARANÁ, SUL DO

Jean Victor Nery da Silva, Marcos Magalhães de Souza, Alex Sandro Barros de Souza, José Adolfo Mota de Almeida, Hugo José Message, Patrícia Pereira Gomes

Resumo


Os artrópodes compõem a maior parte do reino animal, possuindo mais de um milhão de espécies descritas, incluindo os marimbondos e as abelhas, que compõem a ordem Hymenoptera. Embora esses insetos executem importantes funções ecológicas e forneçam produtos de valor econômico, muitas pessoas desconhecem sua importância, sendo prática recorrente a destruição de suas colônias ou a morte desses indivíduos. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi verificar o conhecimento popular dos moradores do entorno do Parque Nacional de Ilhas Grande (PNIG) sobre a fauna de himenópteros (vespas sociais e abelhas). Para isso, foi aplicado, em outubro de 2019, um questionário semiestruturado em 50 residências no distrito de Porto Camargo, Icaraíma-PR. Os resultados obtidos indicam que os entrevistados conhecem diversas espécies de marimbondos e abelhas, mas que sabem pouco ou quase nada sobre a sua importância ecológica, o que contribui para a não conservação desses insetos e da área em que vivem.


Palavras-chave


Apidae; etnoentomologia; Mata Atlântica; Polistinae; serviços ecossistêmicos

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, L. M.; Cavichioli, R. R. Arthropoda. In: Ribeiro-Costa, C. S.; Rocha, R. M. (Org.). Invertebrados: Manual de Aulas Práticas. 2. ed. Ribeirão Preto: Holos, 2016, cap. 1, p. 128-130.

Amaral, K. O.; Medeiros, M. A. Análise das concepções de estudantes do Ensino Fundamental sobre insetos, por meio da metodologia do discurso do sujeito coletivo. Brazilian Geographical Journal, Ituiutaba, v. 6, p. 156-180, 2015.

Bomfim, B. L. S.; Filho, I.C. F.; Farias, J. C.; França, S. M.; Barros, R. F. M.; Silva, P. R. R. Etnoentomologia em comunidade rural do cerrado piauiense. Desenvolvimento e Meio Ambiente, v. 39, p. 189-205, 2016.

Brasil. Diretoria Técnica de Gestão, Secretaria da Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde. Diagnóstico rápido nos municípios para vigilância entomológica de Aedes aegypti no Brasil - LIRAa: metodologia para avaliação dos índices de Breteau e Predial. Brasília: Ministério da Saúde; 2005. (Série A - Normas e Manuais Técnicos).

Brusca, R. C; Brusca, G. J. Invertebrados. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. 968 p.

Costa, E. C.; d´Avila, M.; Cantarelli, E. B.; Murari, A. B. Entomologia Florestal. 2 ed. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2011. 244p.

Costa-Neto, E. M. Estudos etnoentomológicos no estado da Bahia, Brasil: uma homenagem aos 50 anos do campo de pesquisa. Biotemas, Feira de Santana, v. 17, p. 117-149, 2004.

Dini, K. V. A. B. Manejo integrado, ações educativas e elaboração de manual de procedimento para prevenção e controle de abelhas e vespas no município. 2008. Dissertação (Mestrado em Entomologia Urbana), Universidade Estadual Paulista, Rio Claro.

Gullan, P. J.; Cranston, P. S. Insetos: Fundamentos da Entomologia. 5. ed. São Paulo: Editora Roca, 2017, 56-57 pp.

Leite, R. I. C.; Gonçalves, L. C. Estudo sobre a baixa produtividade do cultivo de mandioca (Manihotesculenta Crantz), em decorrência dos ataques de insetos na comunidade Igarapé do Meio, Mocajuba-PA. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO, 6. ed., 2018, Distrito Federal. Cadernos de Agroecologia. Distrito Federal, 2018, pp. 9-13.

Modro, A. F. H.; Souza, S.; Aburaya, F. H.; Maia, E. Conhecimento dos moradores do médio Araguaia, Estado do Mato Grosso, sobre a utilidade de produtos de abelhas (Hymenoptera, Apidae). Acta Scientiarum, Maringá, v. 31, p. 421-424, 2009.

Morato, E. F.; Campos, L. A. O. Efeitos da fragmentação florestal sobre vespas e abelhas solitárias em uma área da Amazônia Central. Revista Brasileira de Zoologia, v.17, p. 429-444, 2000.

Pádua, D. C.; Souza, M. M.; Brunismann, A. G.; Coelho E. L.; Pires, E. Conhecimento popular sobre vespas sociais (hymenoptera, vespidae) nas comunidades do entorno do refúgio da vida silvestre do rio pandeiros, norte do estado de Minas Gerais. Ethnoscientia, v. 2, p. 1-11, 2017.

Petiza, S.; Hamada, N.; Bruno, A. C.; Costa-Neto, E. M. Etnoentomologia Baniwa. Boletín de la Sociedad Entomológica Aragonesa, v. 52, p. 323-343, 2013.

Posey, D. A. Entomologia de tribos indígenas da Amazônia. In: Ribeiro, D. (ed.). Suma Etnológica Brasileira. Rio de Janeiro: FINESP/Vozes, v. 1, 1986.

Prezoto, F.; Ribeiro-Júnior, C.; Oliveira-Cortes, S. A.; Elisei, T. Manejo de vespas e marimbondos em ambiente urbano. In: Pinto, A. S.; Rossi, M. M.; Salmeron, E. (orgs.). Manejo de Pragas Urbanas. Piracicaba: Editora CP2, 2007, cap. 12, p.123-126.

Prezoto, F.; Maciel, T. T.; Detoni, M.; Mayorquin, A. Z.; Barbosa, B. C. Pest Control Potential of Social Wasps in Small Farms and Urban Gardens. Insects, v. 10, 192, 2019, doi:10.3390/insects10070192.

Rezende, M. Q. Etnoecologia e controle biológico conservativo em cafeeiros sob sistemas agroflorestais. 2010. 79 f. Dissertação (Mestrado em Entomologia), Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

SANTOS, S. C.; PAZ, L. C.; LIMA, M. O. A. Prospecção tecnológica sobre métodos de controle do mosquito Aedes aegypti. Cadernos de Prospecção, v. 12, p. 105-112, 2019.

São Paulo (Estado) Secretaria do Meio Ambiente, Coordenadoria de Educação Ambiental. Fauna Urbana. São Paulo: SMA / CEA, Vol. I., 216 p., 2013.

Silva, A. L. (2008) Animais medicinais: conhecimento e uso entre as populações ribeirinhas do rio Negro, Amazonas, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 3, p. 343-357, 2008.

Silva, W. P.; Paz, J. R. L. Abelhas sem ferrão: muito mais do que uma importância econômica. Natureza On Line, Feira de Santana, v. 10, p. 146-152, 2012.

Svolenski, A. C.; Leonhardt, G.; Vivekananda, G.; Oliveira, K. L.; Paes, M. L. N.; Machado, P. R. (Coord.) (2008). Plano de Manejo do Parque Nacional de Ilha Grande: Contextualização da Unidade de Conservação. Curitiba: ICMBio, 752 pp. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-planos-de-manejo/parna_ilha_grande_pm.pdf. Acesso em: 01 ago. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.22276/ethnoscientia.v5i1.289

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ethnoscientia

ISSN 2448-1998

www.ethnoscientia.com