BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MEQUÉNS: LEVANTAMENTO ETNOZOOLÓGICO DA ICTIOFAUNA EM UMA COMUNIDADE TRADICIONAL RIBEIRINHA

Bruno Elias Rocha Lopes, Fernanda Cristina Gonsalves Thomazin, Mário Gorza Romano

Resumo


O presente estudo desenvolveu-se no distrito de Rolim de Moura do Guaporé - RO, localizado em uma ilha no Rio Mequéns, afluente da margem direita do Rio Guaporé, formado por uma comunidade de diversidade étnica localizada próxima a uma reserva ambiental e cercada por floresta nativa. O objetivo consistiu no levantamento etnozoológico de peixes, partindo do conhecimento dos moradores locais. Metodologicamente, consistiu no levantamento qualitativo do número de espécies presentes naquele espaço geográfico, através de um formulário semiestruturado abordando nomes populares dos animais e períodos do dia nos quais eram avistados. Vale ressaltar que também foram exibidas imagens dos animais citados para a confirmação das espécies e período de atividade. Os formulários foram desenvolvidos e aplicados pelos alunos da EEEMTI Cândido Portinari - Rolim de Moura – RO, sob a orientação dos professores de Biologia, Física e Geografia. Foram entrevistadas 23 pessoas, sendo: 12 do sexo masculino e 11 do feminino, com idade entre 12 e 87 anos, com tempo de habitação no local estabelecido num período entre 04 a 87 anos. Como resultado, obteve-se uma lista na qual os animais mais citados foram: pintado (Pseudoplatystoma corruscans), tucunaré (Cichla sp.), pirarara (Phractocephalus hemioliopterus) e piau (Leporinus sp.). A maioria dos avistamentos ocorreu durante o período diurno (manhã e tarde). Todos os fatos relatados aconteceram enquanto os entrevistados estavam pescando, por lazer ou como fonte de renda. A pesquisa mostrou que a população local possui riqueza de informações que facilita inventariar a fauna da região.


Palavras-chave


Etnobiologia; Biodiversidade; Peixes; Rondônia; Meio ambiente

Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, J. C. et al. Traditional ecological knowledge of fish fauna in quilombolas on the Alto Guaporé, Mato Grosso, Southern Amazonia, Brazil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 13, n. 2, p. 315-329, 2018.

DORIA, C. R. et al. Contribuição da etnoictiologia à análise da legislação pesqueira referente ao defeso de espécies de peixes de interesse comercial no oeste da Amazônia Brasileira, rio Guaporé, Rondônia, Brazil. Biotemas, v. 21, n. 2, p. 119-132, 2008.

DE OLIVEIRA, M. A. et al. Ictiofauna do Rio Guaporé e áreas adjacentes. PUBVET, v. 8, p. 0975-1135, 2014.

FACHÍN-TERÁN, A.; VOGT, R.C. Estrutura populacional, tamanho e razão sexual de Podocnemis unifilis (Testudines, Podocnemididae) no rio Guaporé (RO), norte do Brasil. Phyllomedusa, v. 3, n. 1, p. 29-42, 2004.

FERNANDES, L. C.; GUIMARÃES, S. C. P. (orgs). Atlas Geoambiental de Rondônia. Porto Velho: SEDAM/GOVERNO DE RONDÔNIA, 2002.

GOULDING, M. Pescarias amazônicas, proteção de habitats e fazendas nas várzeas: uma visão ecológica e econômica. Relatório técnico para o projeto (Manejo dos recursos naturais da Várzea). Brasília: IBAMA, 1996.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Brasil em Síntese – Rondônia – Alta Floresta D’Oeste. Disponível em: . Acessado em: 10 ago 18.

JUNK, W. J. Áreas inundáveis: um desafio para a limnologia. Acta Amazonica, v. 10, n. 4, p. 775-796, 1980.

LEWINSOHN, T. M.; PRADO, P. I. Quantas espécies há no Brasil? Megadiversidade, v. 1, p. 36-42, 2005.

OLIVEIRA, O. A. Geografia de Rondônia: espaço e produção. Dinâmica, Porto Velho, 2002.

MOSS, G.; MOSS, M. Projeto Brasil das águas: Sete Rios, Guaporé. Brasília, 2007. Disponível em: . Acesso em: 25 ago 2020.

NUNES, R. O. Prospecção etnofarmacológica de plantas medicinais utilizadas pela população remanescente de quilombolas de Rolim de Moura do Guaporé, Rondônia, Brasil. 2016. 200 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.

REZENDE, F. J. W. et al. Perfil da aquicultura no estado do Acre. Amazônia: Ciência e Desenvolvimento, v. 4, n. 7, 2008.

SCHAEFER, S. A. Conflict and resolution: impact of new taxa on phylogenetic studies of the Neotropical cascudinhos.In: Malabarba, R. L. et al. (eds). Phylogeny and classification of Neotropical Fishes. Porto Alegre: Edipucrs, 1998. p. 375-400.

STACHIW, R. Cartilha das águas de Rondônia. Rolim de Moura: Universidade Federal de Rondônia, 2017.

VARI, R.P.; MALABARBA, L.R. Neotropical ichthyology. In: MALABARBA, L. R. et al. (eds). Phylogeny and classification of Neotropical fishes. Porto Alegre: Ed. PUCRS, 1998. p. 1-11.




DOI: http://dx.doi.org/10.22276/ethnoscientia.v5i1.329

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ethnoscientia

ISSN 2448-1998

www.ethnoscientia.com