CONEXÕES ESPIRITUAIS COM A MÃE TERRA: PLENITUDE HUMANA MANISFESTADA PELO XAMANISMO

Eraldo Medeiros Costa Neto

Resumo


O presente artigo trata da plenitude humana manifestada por meio do Xamanismo. Surgidas no Paleolítico com grupos de coletores-caçadores, as práticas xamânicas (re)surgem e se popularizam no contexto da atual sociedade “pós-moderna”, em que um número cada vez maior de pessoas está construindo suas próprias relações espirituais com a Terra, com outros povos e culturas e com outros seres com os quais se partilha o ambiente. A resposta às crises ecológica e civilizatória requer uma profunda mudança em nossas ações diárias, as quais devem brotar de um profundo sentimento de Amor, Harmonia e Bondade.


Palavras-chave


Interconectividade, Unicidade; Valores e práticas espirituais; Bioética

Texto completo:

PDF

Referências


ABALADA, Dulce Leal. Horóscopos ocultos da natureza: a astrologia dos xamãs, dos druidas e dos alquimistas. Sintra: Zéfiro, 2009.

ALVES, José Jucyêr F. Ecologia e espiritualidade. Kairós - Revista Acadêmica da Prainha, v. 2, p. 428-435, 2008.

ANDREWS, Ted. Animal chamán: la sabiduría y los poderes mágicos y espirituales del mundo animal. Madrid: Arkano Books, 2013.

ARRIEN, Angeles. Las cuatro sendas del chamán. Madrid: Gaia Ediciones, 2015.

ARTÉSE, Léo. O espírito animal: descubra seu animal guardião. São Paulo: Roca, 2001.

BACIGALUPO, Ana Mariella. Shamans of the foye tree: gender, power, and healing among Chilean Mapuche. Austin: University of Texas Press, 2007.

BERRY, Thomas. The ecozoic era. Disponível em: . Acesso em: 27 ago 2020.

BLAIN, Jenny. Nine worlds of seid-magic: ecstasy and neo-shamanism in North European paganism. Londres: Routledge, 2002.

BOFF, Leonardo. Ecologia: grito da terra, grito dos pobres: dignidade e direito da mãe terra. Petrópolis: Vozes, 2015.

BOFF, Leonardo. Espiritualidade: um caminho para transformação. Rio de Janeiro: Sextante, 2006.

BOFF, Leonardo. Ética da vida. Rio de Janeiro: Sextante, 2005.

CAMPBELL, Joseph. Todos os nomes da deusa. Rio de Janeiro: Rosa dos Ventos, 1997.

CAPRA, Fritjof. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo, SP: Cultrix, 1996.

CARR-GOMM, Philip. Os mistérios dos druidas: sabedoria antiga para o século XXI. Sintra: Zéfiro, 2008.

CARVALHO, Isabel Cristina Moura; STEIL, Carlos Alberto. A sacralização da natureza e a ‘naturalização’ do sagrado: aportes teóricos para a compreensão dos entrecruzamentos entre saúde, ecologia e espiritualidade. Ambiente & Sociedade, v. 11, n. 2, p. 289-305, 2008.

CAVALCANTI, Raíssa. O retorno do conceito do sagrado na ciência. In: TEIXEIRA, Evilázio Francisco Borges; MÜLLER, Marisa Campio; SILVA, Juliana Dors Tigre da (Orgs). Espiritualidade e qualidade de vida. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 91-104.

CORDOVIL, Daniela. Sexualidade, espiritualidade e conjugalidades na Wicca brasileira. Religião e Sociedade, v. 37, n. 1, p. 85-103, 2017.

COSTA, Myrcéia Carolyne Guimarães. Amazônia cinza: as narrativas orais do mito do Ataíde nas entranhas dos manguezais de Bragança/PA. 2019. 102 f. Dissertação (Linguagens e Saberes na Amazônia) – Universidade Federal do Pará, Bragança, 2019.

COSTA NETO, Eraldo Medeiros. Ecologia espiritual e patrimônio biocultural. Travessias, v. 14, n. 1, p. 14-23, 2020.

COTTRELL, Barry. The way beyond the shaman: birthing a new earth consciousness. Londres: Orca Books, 2008.

COTTRELL, Barry. Creature consciousness: the body’s power to create a new shamanism. Caduceus, v. 81, p. 13-16, 2011.

CREMA, Roberto; WERÁ, Kaká. A águia e o colibri: Carlos Castañeda e a ancestralidade tupi-guarani – trilhas com coração. São Paulo: Tumiak Edições, 2019.

DE BOER, Lauren. Earthlight vision, mission and principles. Earthlight Journal for Ecological and Spiritual Living, Oakland, n. 52, 2005.

DIAMOND, Jared M. Colapso: como as sociedades humanas escolhem o fracasso ou o sucesso. São Paulo: Record, 2005.

ELIADE, Mircea. Shamanism: archaic techniques of ecstasy. Princeton: Princeton University Press, 1951.

FARLEY, Claire. The New Age and indigenous spirituality: searching for the sacred. Monograph Bachelor in Arts. School of Media Communication and Culture, Murdoch University, 2010.

FERNANDES SILVA, Carlos Magno L. Ciência ambiecológica: por uma razão espiritualizada. Curitiba: Appris, 2020.

FOTIOU, Eugenia. The globalization of ayahuasca shamanism and the erasure of indigenous shamanism. Anthropology of Consciousness, v. 27, n. 2, p. 151-179, 2016.

GRACE, Sonja. Dancing with raven and bear: a book of earth medicine and animal magic. Rochester: Findhorn Press, 2018.

GRAMACHO, Derval; GRAMACHO, Victória. Magia xamânica: roda de cura. São Paulo: Madras, 2002.

GRZICH, Mirna A. Anjos: tudo que você queria saber para entrar em contato agora. São Paulo: Lua de Papel, 2011.

HARNER, Michael. O caminho do xamã: um guia para manter a saúde e desenvolver o poder de curar. São Paulo: Cultrix, 1995.

HARTMANN, Franz. Os elementais: sua natureza e diversas categorias, grupos, gêneros e classes. 1. ed. São Paulo: Ícone, 2013.

INGERMAN, Sandra. Shamanic journeying: a beginner’s guide. Boulder, CO: Sounds True, 2008.

JACKSON, Nigel. O chamado dos velhos deuses: uma introdução à bruxaria tradicional. Sintra: Zéfiro, 2008.

JANSSON, Lora. Power animal retrieval. Shamanism Annual, v. 25, p. 28-30, 2012.

KERR, Sarah. Dreams, rituals, and the creation of sacred objects: an inquiry into a contemporary Western shamanic initiation. 2012. 266 f. Tese (doutorado em Humanidades), California Institute of Integral Studies, San Francisco, 2012.

KING, Serge Kahili. Xamã urbano: manual prático para aplicação do xamanismo havaiano. 1. ed. São Paulo: Centro de Estudos & Consciência Editora, 2010.

KRENAK, Ailton. A vida não é útil. São Paulo: Companhia das Letras, 2020.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

LASCARIZ, Gilberto de. Quando o xamã voava: sonho, erotismo e morte no xamanismo. Sintra: Zéfiro, 2011.

LEVY, Carminha; MACHADO, Álvaro. A sabedoria dos animais: viagens xamânicas e mitológicas. São Paulo: Opera Prima Editorial, 1995.

LISBOA, Gabriel. “Você vai bater tambor?”: um estudo da prática de neo-xamanismo na Aldeia Nativa em Belo Horizonte. Revista Três Pontos, v. 9, n. 2, p. 1-7, 2012.

LIVRAGA, Jorge Angel. Os espíritos da natureza. Lisboa: Nova Acrópole, 2008.

LOVATTO, Patrícia; ALTEMBURG, Shirley; CASALINHO, Hélvio; LOBO, Eduardo A. Ecologia profunda: o despertar para uma educação ambiental complexa. REDES, v. 16, n. 3, p. 122-137, 2011.

MACRAE, Edward. Guiado pela lua: xamanismo e uso ritual da ayahuasca no culto do Santo Daime. São Paulo: Brasiliense, 1992.

MAGALHÃES, Henrique Fernandes; COSTA NETO, Eraldo M.; SCHIAVETTI, Alexandre. Cosmovisão e etnoconservação nos manguezais do município de Conde, litoral norte do estado da Bahia, Brasil. Etnobiología, v. 12, n. 1, p. 23-29, 2014.

MAGNANI, José Guilherme. O xamanismo urbano e a religiosidade contemporânea. Religião e Sociedade, v. 20, n. 2, p. 113-140, 1999.

MARQUES, Juracy. Natureza sagrada: ensaios de ecologia humana. Petrolina: Franciscana, 2012.

MATTIMORE, Carley; STAR WOLF, Linda Sacred messengers of shamanic Africa: Teachings from Zep Tepi, the Land of First Time. Bear & Company, 2018

MCKENNA, Terence. The food of the gods: the search for the original tree of knowledge. Nova York: Bantam, 1993.

MERCIER, Mario. Chamanisme et chamans: le vêcu dans l’expérience magique. St-Jean-de-Brave: Editions Dangles, 1987.

MERCIER, Mario. Iniciação ao xamanismo e à magia natural: a natureza e o sagrado. São Paulo: Pensamento, 1983.

METZNER, Ralph. Ayahuasca: alucinógenos, consciência e o espírito da natureza. Rio de Janeiro: Gryphus, 2002.

MONTGOMERY, Pam. Plant spirit healing: a guide to working with plant consciousness. Rochester: Bear & Company, 2008.

NAESS, Arne. Los movimientos de la ecología superficial y la ecología profunda: un resumen. Ambiente y Desarrollo, Santiago de Chile, v. 23, n. 1, p. 98-101, 2007.

OLIVEIRA, Karla Cristina Damasceno de; BORGES, Luiz Carlos. Pajelança, meio ambiente e cotidiano: interação dos pajés com a natureza – Cachoeira do Arari/PA. In: SEMINARIO DE INVESTIGACIÓN EN MUSEOLOGÍA DE LOS PAÍSES DE LENGUA PORTUGUESA Y ESPAÑOLA, 2., 2010. Anais… Buenos Aires, 2010. p. 252-262.

PATTERSON, Rachel. Pagan portals - animal magic: working with spirit animal guides. Winchester: Moon Books, 2017.

PECK, Steven L. Death and the ecological crisis. Agriculture and human values, v. 27, n. 1, p. 105-109, 2010.

PUTOVÁ, Barbora. Prehistoric sorcerers and postmodern furries: anthropological point of view. International Journal of Sociology and Anthropology, v. 5, n. 7, p. 243-248, 2013.

RAMOS, Denise Gimenez et al. Os animais e a psique: baleia, carneiro, cavalo, elefante, lobo, onça, urso. 2. ed. São Paulo: Summus, 2005.

RIBEIRO, Sidarta. O oráculo da noite: a história e a ciência do sonho. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

RINPOCHE, Tenzin Wangyal. Healing with form, energy and light: the five elements in Tibetan Shamanism, Tantra, and Dzogchen. Ithaca, NY: Snow Lion Publications, 2002.

SAMS, Jamie. As cartas do caminho sagrado: a descoberta do ser através dos ensinamentos dos índios norte-americanos. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

SAMS, Jamie; CARSON, David. Cartas xamânicas: a descoberta do poder através da energia dos animais. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

SCURO, Juan. (Neo)chamanismo. Aspectos constitutivos y desafíos analíticos. Horizonte Antropológico, n. 51, p. 259-288, 2018.

SHIVA, Vandana. Seed sovereignty, food security: women in the vanguard of the fight against GMOs and corporate agriculture. Berkeley: North Atlantic Books, 2016.

SILVA, André Bastos da et al. Water spirits within the fishers’ worldview: implications for fishing management in Northeast Brazil. Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, v. 15, n. 70, 2019.

SMITH, Nigel. Enchanted forest. Natural History, v. 82, n. 8, p. 14-20, 1983.

SOUZA DE PAULA, Samuel. Práticas bioxamânicas: despertar das capacidades interiores. 2. ed. São Paulo: Alfabeto, 2014.

STARHAWK, J. A dança cósmica das feiticeiras: guia de rituais à Grande Deusa. São Paulo: Nova Era, 2003.

STAR WOLF, Linda; CARIAD-BARRETT, Anna. Sacred medicine of bee, butterfly, earthworm, and spider: shamanic teachers of the Instar Medicine Wheel. Rochester: Bear & Company, 2013.

STEINHART, Peter. Ecological saints. Audubon, v. 86, n. 4, p. 8-9, 1984.

STERN, Fábio L. Cosmologia xamânica: a ressignificação do xamanismo na naturologia brasileira. 2019. 235 f. Tese (Doutorado em Ciência da Religião) - Pontifícia Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

STUTLEY, Margaret. Shamanism: an introduction. Londres: Routledge, 2003.

TOLLE, Eckhart. Um novo mundo: o despertar de uma nova consciência. Rio de Janeiro: Sextante, 2007.

TOMÁZ, Alzení de Freitas; MARQUES, Juracy. O território sagrado Pankararé na ciência do Amaro. Ethnoscientia, v. 4, p. 1-18, 2019. D.O.I.: 10.22276/ethnoscientia.v4i1.212.

VAN FEU, Eddie. Magia xamânica: despertando seu animal totem. Rio de Janeiro: Linhas Tortas, 2009.

VAUGHAN-LEE, Llewellyn. Spiritual ecology: the cry of the earth. Califórnia: The Golden Sufi Center, 2013.

VIOLA, Eduardo; BASSO, Larissa. O sistema internacional no antropoceno. RBCS, v. 31, n. 92, p. 1-18, 2016

VITEBSKY, Peter. Worlds of the shaman. Natural History, v. 106, n. 2, p. 32-53, 1997.

WAGNER, Valéria Silveira. O poder dos animais: como utilizar a sabedoria dos animais para melhorar nosso dia-a-dia. São Paulo: Editora Gente, 2000 (Série espiritualidade no trabalho).

WERÁ, Kaká. O trovão e o vento: um caminho de evolução pelo xamanismo tupi-guarani. São Paulo: Polar Editorial: Instituto Arapoty, 2016.

WESSELMAN, Hank. A sabedoria do xamã. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

WHITEHEAD, Neil L.; WRIGHT, Robin. In darkness and secrecy: the anthropology of assault sorcery and witchcraft in Amazonia. Durham: Duke University Press, 2004.

WINKELMAN, Michael James. Shaman and other “magico-religious” healers: a cross-cultural study of their origins, nature, and social transformations. Ethos, v. 18, n. 3, p. 308-352, 1990.

WINKELMAN, Michael James. Shamans, priests, and witches: a cross-cultural study of magico-religious practitioners. Tempe: Arizona State University, 1992.

WINKELMAN, Michael James. Shamans. In: DARITY, William A. (ed.). International encyclopedia of the social sciences. 2. ed. Michigan: Macmillan Reference, 2007. p. 486-488.

ZNAMENSKI, Andrei A. The beauty of the primitive: shamanism and the Western imagination. Nova York: Oxford University Press, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.22276/ethnoscientia.v5i1.343

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ethnoscientia

ISSN 2448-1998

www.ethnoscientia.com