Contribuições de Maragarete Emmerich para a Botânica Brasileira

Odara Horta Boscolo, Luci de Senna-Valle, Joyce Alves Rocha

Resumo


Em 25 de setembro de 1933, nasce em Viçosa, Minas Gerais, Margarete Emmerich. E se despede da comunidade botânica no dia 26 de fevereiro de 2015 no Rio de JaneiroNesses 82 anos, teve grande importância na botânica brasileira, atuando nos campos da taxonomia, sendo especialista na família Euphorbiaceae, e umas das pioneiras na etnobotânica.Foco dos principais estudos da professora Margarete Emmerich na área de Etnobotânica, a etnia Yawalapiti habita a porção sul do Parque Indígena do Xingu, ou mais conhecido como Alto Xingu. Desta forma, a contribuição dos estudos pioneiros da Professora Margarete no Parque foi de grande relevância, marcando uma geração botânicos e influenciando novos pesquisadores a se interessarem pelo tema. 


Palavras-chave


Botânica; indígenas; etnobotânica; ensino e pesquisa; Museu Nacional; Parque Indígena do Xingu

Texto completo:

PDF

Referências


EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de Etnobotânica no Parque Indígena do Xingu, uma Periandra (Leguminosae) nova. Boletim do Museu Nacional, Nova Série Botânica, Rio de Janeiro, v. 57, p. 1-3, 1980.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de etnobotânica no parque indígena do Xingu II- Dois componentes essenciais do Ritual de Pajelância: O cigarro e a semente de Pajé. Bradea, Rio de Janeiro, v. 4, n. 26, p. 170-175, 1985.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de Etnobotânica no parque indígena do Xingu III- O Kuarupe- Árvore do sol. Bradea, v.4, n. 49, p. 338-341, 1987.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de etnobotânica no parque indígena do Xingu IV- O uluri. Bradea, Rio de Janeiro, v. 5, n. 3, p. 50-54, 1988.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de Etnobotânica no parque indígena do Xingu V - A planta do sal. Bradea, Rio de Janeiro, v. 22, n. 5, p. 257-260, 1989.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de etnobotânica no parque indígena do Xingu VI- Os fortificantes. Bradea, Rio de Janeiro, v. 5, n. 37, p. 364-375, 1990.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L. Estudos de Etnobotânica no parque indígena do Xingu VII- Plantas abortivas, anti-concepcionais, conceptivas e sexo determinantes. Bradea, Rio de Janeiro, v. 6, n.2, p.13-20,1991.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L.; EMERICH, C. Estudos de Etnobotânica no parque indígena do Xingu VIII- Plantas tintoriais e fixadoras. Bradea, Rio de Janeiro, v. 6, n.17, p. 147-152,1992.

EMERICH, M.; SENNA-VALLE, L.; EMERICH, C. Estudos de Etnobotânica no parque indígena do Xingu IX- Urucu (Bixa orellana L.) no Alto Xingu. Bradea, Rio de Janeiro, v. 6, n.26, p. 232-236,1993.

MAYER, L. Aspectos etnobotânicos numa área rural, São João da Cristina-MG. 1996. 187 f. Dissertação (Mestrado em Botânica)- Museu Nacional/UFRJ, Rio de Janeiro.

SENNA-VALLE, L. Obituário da Dra. Margarete Emmerich. Sociedade Botânica do Brasil. 2015. Disponível em: http://www.botanica.org.br/go_news.php?id=208. Acesso em: 05 abr.2017.

STAUCUP, M. M. Plantas de uso medicinal ou ritual, numa feira livre no Rio de Janeiro, Brasil. 2000. 207 f. Dissertação (Mestrado em Botânica)- Museu Nacional/UFRJ, Rio de Janeiro.




DOI: http://dx.doi.org/10.22276/ethnoscientia.v3i2.87

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Ethnoscientia

ISSN 2448-1998

www.ethnoscientia.com